Segunda, 16 de Maio de 2022
30°

Poucas nuvens

Patos - PB

PANDEMIA

Aumento no número de casos de Covid-19 lota Hospital de Patos na noite de ontem

A informação foi dada pelo diretor geral do CHRDJC, Francisco Guedes.

20/01/2022 às 12h17
Por: Portal DNN Fonte: Informe Sertão
Compartilhe:
Aumento no número de casos de Covid-19 lota Hospital de Patos na noite de ontem

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro, que é um dos hospitais de referência da rede pública estadual para casos de coronavírus no Sertão paraibano, atingiu sua capacidade máxima em leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) em 100% ocupados com pacientes infectado com o novo coronavírus, na noite de ontem, 19. A informação foi dada pelo diretor geral do CHRDJC, Francisco Guedes.

“Ontem à noite a nossa UTI que estava com os leitos disponíveis pra receber pacientes covid chegou a 100% de ocupação. É importante frisar que no auge do covid entre os anos de 2020, 2021, o Governo do Estado fez um investimento gigantesco no Complexo, estruturando 32 leitos de UTI e 32 leitos de enfermarias. Toda essa estrutura ela mantém-se de pé, totalmente intacta,” informou o gestor do CHRDJ.

O que aconteceu é que, conforme o número de casos foi caindo, as equipes de saúde que cuidavam de pacientes com Covid-19 não tiveram contratos renovados e os leitos foram redirecionados para o atendimento e tratamento de outros problemas de saúde. Além das aglomerações das festividades de fim de ano e as férias de verão.

“Com a diminuição dos casos, final de outubro, novembro e dezembro, aonde nós chegamos a um cenário de não termos nenhum paciente internado nas enfermarias e a penas um ou dois nas nossas UTI’s, nós precisamos fazer alguns remanejamentos de leitos covid para tratarmos das outras doenças que estavam chegando na casa e que precisavam de suporte. Como exemplo: A nossa UTI com 10 leitos covid, que foi montada no período de combate a grande crise covid. Hoje ela (enfermaria) funciona como a ala amarela. Essa área amarela contém 10 leitos, com respiradores, toda bem montada, que dá suporte a nossa urgência e que encontra-se 100% lotada. Então tivemos que fazer esses redirecionamentos para atender aqueles pacientes que esperaram por mais de um ano com receio de ir ao hospital e se contaminar e foram guardando as demais doenças que não deixaram de existir. Porém havendo a necessidade de reabri-los para covid, nós o faremos.

Outro fator que ocasionou os aumentos dos casos de contaminação foram as grandes aglomerações que existiram nos réveillons de final de anos e agora no verão de janeiro, onde as pessoas se deslocam as praias, a piscinas, áreas de lazer e é inevitável aglomerações entre essas pessoas. Infelizmente esse é um cenário que vamos ter que conviver por mais 30 ou 40 dias,” explicou Francisco Guedes.

Já quanto à redução dos funcionários, segundo Francisco Guedes, “se for preciso serão convocados novamente os funcionários para atuar na linha de frente da Covid nós o faremos”, disse o diretor.

Francisco Guedes destacou que mais da metade dos pacientes infectado com covid-19 não completaram o esquema vacinal, ou seja, com dose única ou duas doses – em grande maioria desenvolvem casos leves da doença.

“Os nosso pacientes de UTI, por exemplo, mais da metade estão com o esquema de vacinação incompleto. Mas, por terem pelo menos a primeira dose são pacientes que terão uma evolução mais rápida e a rotatividade desses pacientes, tanto de enfermarias, como de UTI, elas hoje acontecem de forma mais rápida,” esclareceu.

O diretor disse ainda que caso seja necessário, com a superlotação no Regional, os pacientes com sintomas do novo coronavírus e que precisem de internação, serão transferidos para outros municípios com hospitais que tratam a doença.

“A rede Estadual permanece com a sua estrutura covid montada e recebendo pacientes regulados e direcionando esses pacientes para os locais aonde tem vaga. Então se o paciente está em Patos, mais a UTI de Patos está lotada a gente vai colocar ele na central de regulação e esse paciente será automaticamente regulado para o hospital de clinica em Campina Grande, ou outro, que tenha a vaga disponível”, esclareceu Francisco Guedes.

O diretor do CHRDJC finalizou pedindo a colaboração da população no combate e diminuição da disseminação do vírus na região.

“Pedimos à população que e conscientizem que ao sair de casa, use máscara, evite aglomeração – se aglomerar esteja de mascara (pelo menos isso) e o uso do álcool em 70%. Isso com certeza vai dar trabalho para que você seja infectado ou com a gripe ou com o covid,” concluiu Francisco Guedes.

Em Patos tem 18.916 casos confirmados de Covid-19, sendo que 17.558 se recuperaram e 39 estão em acompanhamento, de acordo com o último balanço divulgado pela vigilância epidemiológica da Cidade, na noite ontem, 18. O novo coronavírus causou 276 óbitos desde o início da pandemia.

A Prefeitura vem realizando a testagem em massa no Centro de Covid que fica localizado na Rua Juvenal Ledo, 593, no bairro Belo Horizonte, das 7h à meia-noite.

Na noite da quarta-feira (18), de 539 pessoas testadas, 210 positivaram para a doença. Mas foi na terça-feira (18), que a Cidade atingiu o maior numero de casos de infectados em 24 horas desde o inicio da pandemia 274 novos casos, ou seja, um aumento de 1.288%. O mês com maior registro de novos infectados foi em junho do ano passado com 2.462, ou média de 82,06 casos/dia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Patos - PB Atualizado às 17h48 - Fonte: ClimaTempo
30°
Poucas nuvens

Mín. 21° Máx. 34°

Ter 32°C 21°C
Qua 34°C 20°C
Qui 32°C 20°C
Sex 32°C 21°C
Sáb 33°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias